Apaixonados pelo antigomobilismo se reuniram no 10º Encontro de Veículos Antigos

Apaixonados pelo antigomobilismo se reuniram no 10º Encontro de Veículos Antigos
Compartilhe

O 10º Encontro de Veículos Antigos e o 5º Moto Encontro foi realizado no último final de semana em Cerro Largo. De acordo com a organização, o evento foi um sucesso. Até o domingo, foram certificados mais de 400 veículos.

Foi registrada a participação de expositores oriundos do Mercosul, dos seguintes países: Argentina, Uruguai, Paraguai. Do Brasil, a maioria dos participantes vieram do Estado do Rio Grande do Sul. Porém, foi registrada a exposição de veículos de pessoas que residem em Santa Catarina e no Paraná.

O Jornal Gazeta Integração acompanhou o evento e traz entrevistas exclusivas que enaltecem a paixão pelo antigomobilismo e sua importância. Acompanhe

De geração em geração: o antigomobilismo que passou de pai para filho

Alberto Bourscheid, Anderson Bremm e Nicolas Bourscheid

O que é Antigomobilismo?  Se trata de uma geração que revive a época, seja no estilo de vida, preservando a história do carro da época, as cores, a originalidade, os passeios… e, sobretudo, a restauração dos carros com objetivo de manter viva sua história. É o exemplo da família Bourscheid, que veio diretamente de Puerto Rico, Argentina, para participar de mais uma edição do evento em Cerro Largo, munidos de dois Chevrolet 400.

O pai, Alberto Bourscheid, possui o carro branco, do ano de 1972, há seis anos e resolveu personalizá-lo a seu gosto. O filho Nicolas, possui o Chevrolet 400, laranja, ano 1973, há quatro anos. Confira o relato sobre a participação no evento e a paixão pelos carros antigos:

‘‘Este é o terceiro ano que estamos vindo. Fazemos sempre o possível para vir e participar. É sempre bom participar dos eventos e não queremos que isso se termine. Quanto mais visitamos, mais visitas recebemos. Essa integração também não se deve terminar, assim como a paixão pelos carros antigos.

A família dos antigomobilistas é grande e cada vez mais fazemos mais amizades fortalecendo essa paixão. Descobrimos Cerro Largo participando de eventos desse tipo.

Nos Encontros, encontramos veículos diferentes, que às vezes não encontramos em nossa país ou cidade e cada um possui o seu próprio encanto, uns personalizam e outros não. Todos são bonitos, independente dos detalhes. Além disso, participar do evento também envolve a participação de toda a família. Viemos de caravana especialmente para Cerro Largo’’, disse Alberto.

Encontro de Veículos Antigos: momento de família e de rever carros antigos

Vanderlei Klug e família

Visitando o Encontro de Veículos Antigos, o que menos faltou foi variedade de carros. São tantos modelos, marcas e cores que muitas pessoas aproveitam para tirar fotos para guardar um registro das raridades.

No Parque, o Jornal Gazeta Integração encontrou a família de Vanderlei Jair Klug, aproveitando o domingo para tirar fotos de um Opala exposto. O curioso é que eles já conheciam o carro.

‘‘Sempre busco participar dos Encontros de Veículos Antigos. Nos últimos dois anos teve pandemia, aí complicou um pouco por que não tínhamos como sair de casa. Hoje estou participando como construtor. Esse Opala tenho orgulho de dizer que fui eu que construi há alguns anos e o cliente trouxe ele para expor. Como trabalho com chapeação, cada ano venho ver coisas novas e carros novos. Pra nós é orgulho ter um serviço da gente aqui participando como expositor’’, disse Vanderlei em entrevista.

O proprietário da Vancar, de Guarani das Missões, também enaltece que trouxe toda a família para ver os veículos antigos. ‘‘É a paixão da gente. Podemos ver carros típicos de outros países’’, acrescentou.

Assim como Vanderlei, muitas pessoas que vieram ao Parque de Exposições durante os três dias de evento puderam fotografar os inúmeros veículos. Além disso, o 10º Encontro de Veículos Antigos também reuniu diversas atrações, como apresentações musicais com Thomé Munchen, Garotos da Rua, apresentação da Banda Municipal, CerRock Festival, Banda Atração, apresentação do grupo de capoeira da Apomil, além de atrações permanentes como o festival de foods, chopeiras da Uzzina, stand de artesanato, antiguidades, peças, brinquedos infantis e outras.

Evento superou as expectativas com mais de 400 carros certificados

Anderson Clemente Bremm – Presidente do Clube de Veículos Antigos

‘‘Estávamos praticamente desde a última quinta-feira (24 de novembro)  com o evento em andamento, mas ele se consolidou a partir da sexta-feira (25). Encerramos o evento com chave de ouro. Estamos muito contentes, falando em nome do Moto Grupo e como Presidente do Clube de Veículos Antigos de Cerro Largo. Só temos que agradecer aos inúmeros antigomobilistas que participaram.

Noventa por cento são antigomobilistas que já participaram em edições anteriores do nosso evento e os demais são pessoas que também vão agregando ao nosso Encontro. Na sua totalidade, estão todos satisfeitos com a estrutura que nós oferecemos, juntamente com o Governo Municipal que foi imprescindível para que nós  pudéssemos fazer o evento e proporcionar a participação de todos que vieram.

O Encontro agregou países do Mercosul que estão participando do nosso evento, assim como sempre buscamos retribuir essa visita, amizade e carinho que o povo traz para nós. Participaram expositores do Paraguai, Argentina, Uruguai e do Brasil, representado por grupos, basicamente do Estado do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

VEÍCULOS CERTIFICADOS

Até o domingo, certificamos mais de 400 veículos. Esse número nos deixa muito felizes pelo fato da retribuição que estamos tendo dos outros Clubes de Veículos Antigos, bem como também dos motociclistas. A participação dos motociclistas também superou todas as expectativas’’